“Equidade e Igualdade de Género na Educação em Cabo Verde” é tema de uma marcha que acontece este sábado, na cidade de Assomada, Santa Catarina de Santiago. A iniciativa é da Rede Nacional da Campanha de Educação Para Todos de Cabo Verde - RNCEPT-CV, em parceria com a Delegação do Ministério da Educação e a Câmara Municipal locais.

A iniciativa enquadra-se nas atividades da Semana de Ação Mundial para a Educação e junho, mês da criança, e segundo o presidente da RNCEPT-CV, Marciano Monteiro, tem muito a ver com a questão da sensibilização, porque um dos grandes objetivos da rede é trabalhar na advocacia para que a educação seja de qualidade e para todos.

“A ideia é precisamente tentar ver se em termos do género não haja tantas disparidades, que haja igualdade entre meninas e rapazes em termos educativos”, afirma.

Para Monteiro, o setor educativo tem tido alguns progressos no que concerne a equidade e a igualdade de género. "Agora, há um número considerável de meninas nas escolas, o que antes era ao contrário, com maior número de rapazes.Hoje, a situação está a mudar de forma expressiva. As estatísticas dão-nos conta de que as meninas estão a aproveitar as oportunidades, estão a evoluir, a ser integradas na educação”, refere.

Marciano Monteiro apela à população de Santa Catarina a participar na marcha deste sábado e garante que futuramente a mesma poderá vir a ser realizada em outros concelhos do país.

DCC