Cerca de 40 escolas a nível nacional vão receber este ano obras de reabilitação, no âmbito do Plano Nacional de Reabilitação e Ampliação da Rede Escolar 2016-2020. A garantia foi dada pelo Diretor Geral de Planeamento, Orçamento e Gestão do Ministério da Educação, José Marques, à margem do encerramento do conselho do Ministério da Educação que decorreu na ilha do Fogo.
“Das quarenta escolas que vão receber obras de reabilitação, duas dezenas serão da responsabilidade do Ministério da Educação e as restantes vão receber intervenções, no âmbito do Projeto Melhoria das Casas de Banho da Cooperação Luxemburguesa”, Frisou.
Para a estruturação das intervenções foram estabelecidos alguns critérios nomeadamente, a garantia da segurança das crianças e dos trabalhadores mediante a reparação de tetos, fissuras, portas e janelas.
“A prioridade é dada as escolas que apresentam maior risco para os alunos”, afirmou.
Refira-se que no âmbito do Plano Nacional de Reabilitação e Ampliação da Rede Escolar 2016-2020, o Ministério da Educação prevê reabilitar todas as escolas do país que se encontram degradadas, principalmente as escolas do ensino básico.