A ilha do Fogo recebeu, na semana passada, 3 contentores, um para cada conselho, no âmbito do projeto WebLab. No concelho de São Filipe, os equipamentos que integram o weblab vão ser instalados brevemente e as formações estão previstas para iniciar no inicio do mês de junho, segundo informações avançadas pelo Delegado do Ministério da Educação em substituição, Emanuel Barbosa.


“ Os equipamentos vão ser instalados brevemente e  as aulas estão previstas para iniciar ainda neste trimestre”, frisou.

Segundo o delegado do Ministério da Educação em substituição, no concelho de São Filipe, na ilha do Fogo, Emanuel Barbosa, o projeto compreende equipamentos e materiais para laboratórios implementados em contentores devidamente adaptados para 12 alunos, e destinados a trabalho de robótica, programação e montagem e reparação de equipamentos informáticos.
Emanuel Barbosa afirmou ainda que os alunos estão entusiasmados com este projeto, que no seu entender, vai incentivar e melhorar significativamente” o processo de ensino e de aprendizagem dos alunos.
Refira-se que cada contentor adaptado dispõe de 13 computadores e um monitor destinado a 12 alunos, observando que se trata de uma excelente iniciativa que vai “melhorar significativamente” o processo de ensino/aprendizagem, para além de motivar e incentivar os alunos a ingressarem a partir do terceiro ciclo na área de ciência e tecnologia, diminuir o abandono escolar e contribuir para o sucesso escolar.
O projecto WebLab está implementado em 44 escolas secundárias do país e é considerado uma “ferramenta importante” para lutar contra o insucesso e abando escolar, além de permitir a inserção no mundo do trabalho, por causa das suas várias valências.