A confirmação partiu do Presidente da Ficase, que afirma ainda que a introdução frangos e de cereais enriquecidos na ementa escolar, conhecidos como “papa de cabecinha”, teve uma aceitação de cerca de 90%.
"Tivemos oportunidade de negociar com duas empresas locais, a Sociave e a Moave, que nos ajudaram muito em relação aos preços para a implementação desses cereais e frangos. Essa medida está a ter uma aceitação muito boa, superior a 90%. Delegados, professores, alunos e pais aceitaram bem este enriquecimento da ementa nas localidades," frisou Albertino Fernandes.
Em relação à “papa de cabecinha”, o Presidente da Ficase explicou que não foi possível introduzi-la em todos os concelhos, mas apenas naqueles que eventualmente poderão sentir mais o efeito da seca.
"Nos concelhos da Praia, Mindelo e Sal não foi introduzida. Foi introduzida somente nos outros concelhos, que têm mais ligação com a agricultura", afirmou Albertino Fernandes.
Importa frisar que nesses concelhos, os alunos que se deslocam à escola nos dois períodos recebem duas refeições, uma iniciativa que não resulta de um aumento do orçamento de estado para estas situações, mas sim de medidas internas de poupança de recursos, segundo Albertino Fernandes, que acrescenta ainda que a introdução desses reforços alimentares nas escolas vem mitigar os efeitos da seca nos referidos concelhos .