O Ministério da Educação e a Binter CV assinaram no sábado 12, um protocolo de cooperação que vai permitir a reabilitação de escolas a nível nacional. O processo vai iniciar-se com a construção da escola Chã da Silva, no concelho de Santa Cruz, interior de Santiago.


Após a assinatura do documento, o Diretor Geral do Planeamento Orçamento e Gestão do ME, José Marques, disse que é um protocolo abrangente e vai depender de todo o trabalho de planeamento que se vai fazer entre a Binter CV e o Ministério da Educação nos próximos tempos.
“Depois deste protocolo, o processo inicia-se com a construção da escola, Chã da Silva, no concelho de Santa Cruz, interior de Santiago que ronda um montante de 25 mil contos, mas há abertura para intervirem na rede educativa nos outros concelhos do país”, reiterou.

Também Raúl Sapico, diretor da Binter Cabo Verde, garantiu que a intenção é ter uma parceria ampla e abranger escolas de todas as ilhas e mencionou ainda a intenção de se implementar aulas Binter de Tecnologia.
“Não queremos que a nossa parceria fique numa ilha em concreta, queremos ajudar todas as ilhas. A nossa intenção é também fazer aulas Binter de tecnologia, ir às escolas, ver espaços disponíveis, trazer computadores, impressoras, ou seja, elementos tecnológicos para apoiar os alunos, professores e a comunidade para que tenham opção de usar equipamentos que de outra forma não poderiam ter acesso”, afiançou.

Refira-se que o ato de assinatura deste protocolo contou com a presença da Ministra da Educação, Maritza Rosabal e decorreu no âmbito das comemorações do primeiro aniversário do voo da Binter Cabo Verde.

DCC