Sede da RE

Surge com o Projecto da Rádio Educativa e Rural, 1976-1979, com o apoio da UNESCO. O objectivo do projecto era criar um sistema de Rádio Educativa e Rural, em todo o território nacional, numa perspectiva de educação para o desenvolvimento. A partir de uma colaboração multisectorial entre vários Ministérios e sectores da sociedade civil foram produzidos programas educativos destinados às zonas rurais. Os destinatários eram a população adulta dos meios rurais, analfabeta ou semi-alfabetizada.

De 1986/89 a Rádio Educativa lançou numa experiência de Ensino à distância, procedendo assim a superação e formação de professores do Ensino Básico, permitindo ao país, responder, na medida do possível, às exigências sociais em matéria escolar. Neste âmbito foram produzidos cursos abordando temas como Psicologia da criança, Técnicas de Redacção e Gramática do Português.

De 1992-2001 é implementado o Projecto “Instrução Radiofónica Interactiva para os Países de Expressão Portuguesa”, projecto Sub-regional que consistia num conjunto de emissões escolares visando melhorar e elevar a qualidade do ensino básico nas áreas de Matemática e Língua Portuguesa através do uso da rádio nos quatro primeiros anos de escolaridade.

Em Junho de 2001 o projecto Sub-regional, acima mencionado, termina, mas o Ministério da Educação continua a desenvolver a experiência, pela adaptação dos materiais pedagógicos produzidos à realidade cabo-verdiana (2000-2003).

 Por iniciativa da Direcção Geral de Alfabetização e Educação de Adultos foi iniciado em 2001 um projecto de Educação à Distância de Jovens e Adultos pelo uso da Rádio visando capacitar a população jovem e adulta para o desempenho de acções e laborais, no sector dos serviços, com especial atenção à área do turismo.

Este projecto permitiu ao Ministério da Educação dispor de uma Emissora FM instalada que tem cobertura Nacional após a instalação de 3 (três) rádios básicos, com correspondentes emissora de FM (Sal, Santiago, Santo Antão, com cobertura nacional) e de emissoras de pequena escala, necessárias para cobrir zonas de sombra de recepção radiofónica implementadas. 

Estudio Equipamentos

No ano 2003 foi criada a Direcção da Rádio e Novas Tecnologias Educativas, como serviço central encarregado de assegurar a divulgação de programas de informação e formação em matéria do ensino e da educação, promover a comunicação com a sociedade sobre as políticas governamentais relativas aos sectores da Educação e Desportos e desenvolver iniciativas de ensino e formação à distância, com recursos às tecnologias de comunicação educação apropriadas.

Com a criação da direcção, a rádio passou a funcionar com equipamentos e instalações próprias, começando também a produzir e a emitir programas a partir dos seus estúdios e coordenando directamente vários projectos e protocolos na área de comunicação socioeducativa e pedagógica.

Com a aprovação da nova Lei Orgânica do Ministério da Educação e Desporto, através do Decreto-Lei nº24/2013, de 24 de Junho, a Rádio Educativa passou a denominar-se Rádio e Tecnologias Educativas.